8 Ferramentas para medir o desempenho do ensaio de Partículas Magnéticas

  •  

Neste artigo, listamos e explicamos por que cada acessório utilizado em um ensaio de partículas magnéticas é necessário para validar o desempenho de uma inspeção.

David Geis, Gerente de Produto

Padrões de teste para ensaio de partículas magnéticas

Quer você esteja na indústria automotivaaeroespacial ou de óleo e gás, as verificações de desempenho do sistema são cruciais para uma inspeção ideal. Uma verificação de desempenho do sistema precisa ser executada diariamente para validar a capacidade do sistema de magnetizar e criar indicações para o exame correto. Uma peça de teste padronizada, uma peça de exemplo com defeitos conhecidos ou uma peça com defeitos artificiais anexados a ela, todos podem ser utilizados ​​para executar a verificação de desempenho do sistema. Detalhes do procedimento variam com o tipo e a configuração do equipamento que está sendo utilizado.

 

Ketus Ring (AS5282)

O Ketus Ring é uma peça de teste padronizada comumente utilizada com uma máquina estacionária de partículas magnéticas. O Ketus Ring é um usinado em aço AISO O1, recozido, testado e certificado para atender às especificações AS 5282. Normalmente usado com um condutor central de ½ polegada (1 cm), o Ketus Ring possui 12 furos usinados em profundidades crescentes a partir da borda e é usado para verificar o desempenho dos equipamentos de magnetização HWDC, FWDC e trifásico FWDC. Adequado para uso com materiais úmidos ou secos e partículas magnéticas visíveis ou fluorescentes. O número de indicações requeridas depende da forma de onda e da corrente de magnetização. Consulte ASTM E1444 ou E3024 para mais informações ou entre em contato com nossa equipe para um auxílio mais direcionado.

 

Padrão IQQ (Indicadores quantitativos de qualidade)

Os padrões indicadores quantitativos de qualidade (IQQ) são peças utilizadas para teste de partícula magnética com defeitos artificiais usados para verificar a direção e a intensidade relativa do campo magnético.

Veja o Padrão IQQ em ação, incluindo etapas básicas para testar defeitos artificiais e verificar a direção do campo e a força relativa neste vídeo abaixo:

 

Indicadores de campo

Para uma inspeção válida de partículas magnéticas, um campo magnético suficiente deve ser aplicado à peça para magnetizar a área a ser examinada. Embora o campo magnético dentro da peça não possa ser medido diretamente, vários acessórios estão disponíveis para confirmar que um campo magnético suficiente está presente. Medidores de campo magnético, indicadores de fluxo, e medidore de magnetismo residual também podem ser usados ​​para confirmar o nível de desmagnetização após a conclusão da inspeção.

 

Medidor de Campo Magnético - Gaussmeter e Medidor de Magnetismo residual

O medidor de campo magnético Gaussmeter PM-200 é um medidor digital calibrado para medir a intensidade de um campo magnético aplicado. Uma sonda de sensor calibrada é colocada sobre a superfície que está sendo examinada e responde ao campo magnético tangente a essa superfície. O medidor fornece uma leitura da intensidade do campo em Gauss, Tesla ou amp / metros, com precisão de +/- 3%. O medidor de campo Gausmeter PM-200 tem múltiplas funções, incluindo os modos CA (RMS) e CC (Pico), auto-alcance e auto-zero, e retenção Mín / Máx / Pico.
 

 

Indicadores de Magnetismo Residual

Os medidores de campo magnético residual são medidores analógicos portáteis comumente usados ​​para verificar rapidamente os níveis de magnetização ou desmagnetização. Um medidor de campo calibrado responde ao campo magnético inerente ou retido em uma peça, com precisão de +/- 5%. 

Aprenda sobre os medidores de campo magnético residual no vídeo abaixo:

 

Detecção de Fluxo Magnético

Campos magnéticos são de natureza direcional, e apenas descontinuidades que são ortogonais às linhas de fluxo induzirão campos de vazamento e formarão indicações de partículas magnéticas. A direção do fluxo magnético é tão importante quanto a força do campo magnético aplicado. Vários acessórios estão disponíveis para verificar a direção do fluxo magnético dentro de uma peça sob teste.

 

Padrão Castrol e Padrão IQQ

O Padrão Castrol, são pequenas tiras com trincas artificiais que auxiliam na indicação da direção do campo magnético.

O Padrão IQQ são peças utilizadas para teste de partícula magnética com defeitos artificiais usados para verificar a direção e a intensidade relativa do campo magnético. 

 

Padrão Octogonal

O Bloco Padrão Octogonal é uma ferramenta para verificar rapidamente a direção do fluxo magnético em uma superfície. É feito de oito segmentos ferrosos, em uma única peça, fornecendo um padrão estrelar de descontinuidades não ferrosas. Tipicamente usado com pós secos para inspeção de yokes, o bloco padrão octogonal pode ser mantido em qualquer ângulo e gerará indicações perpendiculares à direção do fluxo magnético. Embora esses dispositivos sejam úteis para verificar a direção do fluxo magnético, eles não são considerados adequados para demonstrar a intensidade do campo magnético.

 

Medição de Concentração

Ao usar partículas magnéticas via úmida, a concentração de partículas magnéticas no veículo líquido deve ser mantida nos níveis corretos para criar indicações. Diferentes acessórios são usados ​​para medir a concentração dependendo do tipo de partículas magnéticas que são utilizadas.

 

Tubos de Decantação

Ao usar partículas magnéticas de via úmida, seja água ou óleo - a capacidade de formar indicações claras está diretamente relacionada à concentração de partículas magnéticas neste meio. Diferentes tipos de partículas são eficazes em diferentes faixas de concentração. O Tubo de Decantação de partículas magnéticas, também conhecido como tubo centrífugo, fornece um meio de verificar a concentração de partículas, bem como de avaliar a qualidade do veículo (óleo ou água) e o nível de contaminação presente. O tubo é preenchido com solução agitada e deixado por pelo menos 30 minutos para permitir que as partículas assentem. A concentração de partículas pode então ser lida a partir das marcações no tubo. Camadas de sedimentos de contaminação também podem ser observadas, bem como a claridade do veículo líquido. Altos níveis de contaminação ou nebulosidade no líquido aumentam o fundo, diminuem o contraste e degradam a qualidade dos ensaios de partículas magnéticas.

 

Tem alguma dúvida sobre ensaios não destrutivos? Entre com contato com a nossa equipe.

Conheça nossa linha de acessórios para ensaios não destrutivos para inspeções de partículas magnéticas.

Please wait while we gather your results.

Artigos Relacionados

No documents were found matching your criteria.

Cadastre-se para receber nossas notícias:

Magnaflux

Av. Jorge Alfredo Camasmie, 670
Embu das Artes / SP
CEP 06816-050 
Tel: +55 (11) 5197.7500

 

Select Your Country North America Mexico Brazil China Europe Russia India New Zealand, Australia, Japan, Southeast Asia
© 2021 Magnaflux - Todos os direitos reservados.
top

Colocamos cookies no seu computador para oferecer a melhor experiência possível com o nosso site. Esses cookies também são utilizados para garantir que mostramos um conteúdo que é relevante para você. Se você continuar sem alterar suas configurações, estará concordando com nosso uso de cookies para melhorar sua experiência do usuário. Você pode clicar no link de configurações de cookie em nosso site para alterar suas configurações de cookies a qualquer momento.