A importância do uso do óleo correto para inspeção por partículas magnéticas

  •  

Neste artigo, explicamos por que o veículo oleoso é uma peça crítica do processo de inspeção por partículas magnéticas e quais características observar ao escolher a melhor opção para realizar seu ensaio não destrutivo

Cheri Stockhausen, Gerente de Produto

 

 

É geralmente aceito que as partículas magnéticas fluorescentes são um componente importante para uma inspeção por partículas magnéticas crítica. Entretanto, a importância do óleo carrier ou veículo oleoso é frequentemente subestimada.

Entenda por que o veículo oleoso também é uma peça importante da inspeção por partículas magnéticas e quais características são essenciais ao escolher um óleo carrier.

 

Viscosidade

A viscosidade adequada do óleo carrier promove mobilidade, estabilidade e suspensão eficientes das partículas magnéticas, promovendo inspeções confiáveis.

Com a viscosidade adequada, as partículas magnéticas fluem de forma eficiente e identificam as indicações. Conforme o Guia da norma ASTM E709 para ensaio de partícula magnética, a viscosidade de um veículo carrier aprovado para ensaio não destrutivo deve ser superior a 3,0 cSt a 38 °C e inferior a 5,0 cSt na temperatura mais baixa na qual o óleo carrier é usado.

Usar um óleo carrier com a viscosidade correta significa que o fluido tem “espessura” suficiente para ajudar as partículas magnéticas a permanecer em suspensão, mas também é “fino” o suficiente para que as partículas se movam livremente.

Infelizmente, nem todos os produtos vendidos e usados como fluidos carrier atendem às exigências básicas de viscosidade estabelecidas na ASTM E709, o que pode causar sérias preocupações se houver um problema de qualidade ou recall.

 

Não fluorescente

Um óleo carrier aprovado por ensaio não destrutivo é virtualmente não fluorescente, portanto, não interferirá na detectabilidade das indicações de partícula magnética fluorescente adicionando fundo fluorescente.

Óleos carrier não específicos para ensaio não destrutivo geralmente fluorescem sob luz UV, criando um fundo automático em qualquer superfície de peça, o que dificulta a visualização das indicações e pode até mascarar defeitos pequenos ou insignificantes.

 

Alto ponto de fulgor

O óleo carrier deve apresentar alto ponto de fulgor (acima de 93,3 °C)Um alto ponto de fulgor aumenta a segurança do operador e da fábrica e ajuda a evitar incêndios. Em geral, a OSHA exige um ponto de fulgor igual ou superior a 93,3 °C para fluidos que são usados em tanques abertos. 

O uso de um óleo carrier com ponto de fulgor aprovado pela OSHA é uma maneira fácil de se proteger contra incêndios e evitar ferimentos ao operador, tempo de inatividade desnecessário e reparos ou substituições custosos do equipamento. 

 

Proteção contra corrosão

O óleo carrier deve fornecer proteção contra corrosão para a maioria das peças de liga e componentes do equipamento em máquinas de ensaio de partícula magnética. Proteção adequada contra corrosão protege o investimento em equipamentos e reduz a necessidade de manutenção e o tempo de inatividade.

Embora seja geralmente aceito que todos os produtos à base de óleo previnem a corrosão, alguns óleos à base de petróleo não específicos para END podem conter ingredientes e impurezas que causam corrosão ou hidrogenização ao longo do tempo. Somente fluidos carrier aprovados para ensaio não destrutivo são testados e inspecionados para proteção das peças contra a corrosão.

 

Baixo odor e não volátil

O óleo carrier deve ser um destilado de petróleo leve e não volátil. Assim, ele não evapora com facilidade. Isso não significa somente que há menos odor proveniente do carrier, mas também que ele ajuda a aumentar a durabilidade do banho, protegendo assim as partículas magnéticas.

Com um carrier não volátil, os operadores têm muito mais conforto e a concentração adequada da solução de banho é facilmente mantida, pois a evaporação do banho será insignificante.

 

Saiba como a Magnaflux pode ajudar a aprimorar o seu processo produtivo. Entre em contato com nossa equipe.

Conheça o Carrier II, o veículo oleoso aprovado para utilização em ensaios não destrutivos para inspeções por partículas magnéticas.

Please wait while we gather your results.

Artigos Relacionados

Demonstração de máquina móvel de inspeção por partículas magnéticas

Unidade móvel de magnetização para inspeção por partículas magnéticas [Vídeo]

Descubra como utilizar o equipamento de magnetização da série M para realizar inspeções por partículas magnéticas em uma grande variedade de peças grandes e pesadas.

Leia mais

MRO - Ensaio Não Destrutivo Aeroespacial

Redução de perda de partículas durante o ensaio por partículas magnéticas [Estudo de caso]

Nesse estudo de caso, auxiliamos um cliente MRO do setor aeroespacial a identificar e solucionar oscilações impressionantes em sua concentração de partícula magnética

Leia mais

Veículo Oleoso para Ensaio de Partículas Magnéticas

Perguntas frequentes sobre veículo oleoso para Ensaios Não Destrutivos

Conheça o Carrier II - o veículo oleoso aprovado para END da Magnaflux e o que o diferencia dos óleos base não aprovados que são comumente utilizados como o querosene ou óleos de baixa viscosidade.

Leia mais

Máquina Estacionária de Partículas Magnéticas

Máquina multidirecional de partículas magnéticas MD2060

Veja a versatilidade da máquina multidirecional de partículas magnéticas MD-2060 em ação. Conheça como este equipamento pode te auxiliar a economizar tempo e dinheiro.

Leia mais

Magnetização multidirecional para inspeção por partículas magnéticas

O benefício de usar esse método é a economia de tempo. Em alguns casos, a peça pode exigir vários disparos magnéticos, exigindo, assim, o mesmo número de inspeções. Com esse método, dependendo da geometria da peça, o processo pode ser feito usando somente um disparo magnético e inspeção.

Leia mais

Máquina estacionária de Partículas Magnéticas Magnaflux

Equipamento de partículas magnéticas para acoplamentos OCTG [Vídeo]

Aprenda como um sistema de ensaio de partícula magnética semiautomatizado para inspeção de acoplamentos OCTG pode facilitar o manuseio e aumentar a segurança do operador

Leia mais

Tesde de Decantação de Partículas Magnéticas

Desempenho do teste de estabilização de partícula magnética com Carrier II [Vídeo]

Veja como os três veículos oleosos mais comuns utilizados em ensaios de partículas magnéticas se saem em um teste de volume de decantação e estabilização conforme a norma ASTM E1444.

Leia mais

Como realizar a manutenção preventiva em uma máquina de partículas magnéticas

A manutenção regular do equipamento de partículas magnéticas é fundamental para que os ensaios não destrutivos possam garantir boas condições nas inspeções e reduzir o tempo de inatividade.

Leia mais

Comparação de Partículas Magnéticas

Como o brilho e o contraste afetam as inspeções de END

Como a percepção e a visão podem ter um impacto significativo na propabilidade de detecção em inspeções de ensaios não destrutivos

Leia mais

Demonstração de Ensaio por Partículas Magnéticas Visíveis

Como fazer um ensaio de partícula magnética visível

Veja uma demonstração do método de ensaio não destrutivo por partícula magnética visível de acordo com a ASTM E1444, incluindo os passos básicos de ensaio utilizando um yoke eletromagnético.

Leia mais

Demonstração de Ensaio por Partículas Magnéticas Fluorescentes

Como fazer um ensaio de partícula magnética fluorescente

Veja uma demonstração do método de ensaio não destrutivo por partículas magnéticas fluorescentes de acordo com a ASTM E1444, incluindo os passos básicos de ensaio utilizando partículas magnéticas e máquina estacionária.

Leia mais

Veículo Oleoso - Carrier II Magnaflux

A importância do uso do óleo correto para inspeção por partículas magnéticas

Neste artigo, explicamos por que o veículo oleoso é uma peça crítica do processo de inspeção por partículas magnéticas e quais características observar ao escolher a melhor opção para realizar seu ensaio não destrutivo

Leia mais

Inspeção por Partículas Magnéticas

5 dicas rápidas para ensaio de partícula magnética [Infográfico]

Dicas úteis para iniciantes que estão se familiarizando com o ensaio de partícula magnética ou profissionais de END que desejam um guia de referência fácil

Leia mais

Os 10 erros mais comuns sobre o ensaio por partícula magnética

10 erros comuns sobre o ensaio por partícula magnética

Este artigo aborda as suposições incorretas mais comuns sobre a inspeção por partículas magnéticas e oferece algumas soluções para esclarecer esses equívocos

Leia mais

Desafio do gerenciamento de técnicas

Como a integração de técnicas pode evitar o problema de inspeções de peças variadas

Este artigo explora os muitos problemas que os operadores da inspeção por partículas magnéticas enfrentam ao ensaiar peças diferentes que exigem padrões e critérios de aceitação específicos em um mundo que não aceita erros.

Leia mais

Acessórios para inspeção por partículas magnéticas

8 Ferramentas para medir o desempenho do ensaio de Partículas Magnéticas

Neste artigo, listamos e explicamos por que cada acessório de Inspeção de Partículas Magnéticas é necessário para validar o desempenho do sistema de uma inspeção.

Leia mais

Cadastre-se para receber nossas notícias:

Magnaflux

Av. Jorge Alfredo Camasmie, 670
Embu das Artes / SP
CEP 06816-050 
Tel: +55 (11) 4785.0470

 

Select Your Country North America Mexico Brazil China Europe Russia India New Zealand, Australia, Japan, Southeast Asia
© 2018 Magnaflux - Todos os direitos reservados.
top

Colocamos cookies no seu computador para oferecer a melhor experiência possível com o nosso site. Esses cookies também são utilizados para garantir que mostramos um conteúdo que é relevante para você. Se você continuar sem alterar suas configurações, estará concordando com nosso uso de cookies para melhorar sua experiência do usuário. Você pode clicar no link de configurações de cookie em nosso site para alterar suas configurações de cookies a qualquer momento.