Como calibrar sua máquina de partículas magnéticas em 5 etapas

  •  

Neste artigo, examinaremos os cinco fatores-chave para calibrar com êxito seu equipamento de partículas magnéticas em referência a ASTM E1444, ASTM E3024, ISO 9934 ou Nadcap AC7114/2

por David Geis, Gerente do produto, e Brian Batteiger, Gerente de serviço de ensaio não destrutivo

Há muitos tipos diferentes de equipamentos de partículas magnéticas, desde pequenas unidades de potência portáteis até unidades de máquina estacionária, chegando a unidades de potência estacionárias de alta amperagem para grandes estruturas.

Caso siga as normas ASTM E1444, ASTM E3024, ISO 9934 ou Nadcap AC7114/2, seu equipamento deve ser calibrado semestralmente. Não importa que tipo de equipamento de partículas magnéticas você possua nem quais especificações segue, as mesmas cinco etapas são usadas para realizar a calibração do equipamento.

Etapa 1: Verifique suas normas

  1. Medidores de referência padrão necessários para realizar o trabalho: derivação, amperímetro e temporizador de disparo. Para unidades de onda completa CC trifásicas, um dispositivo de teste de pausa rápida também é necessário. Diferentes medidores possuem diferentes controles. Consulte as instruções para seus medidores de referência padrão para obter procedimentos detalhados de operação.
     
  2. Verifique a data de calibração dos medidores de referência — todos eles foram calibrados nos últimos seis meses?
     
  3. Quantos dados são necessários? A quantidade total depende da configuração de seu equipamento. Os dados devem ser coletados para cada formato de onda (CA, meia onda CC, onda completa CC) que o equipamento pode gerar e para cada canal de saída (contato, bobina, auxiliar) do equipamento.

 

Etapa 2: Precisão do amperímetro

  1. Conecte a derivação de referência em série com o circuito de saída e conecte os cabos ao amperímetro de referência
     
  2. Ajuste a amperagem do disparo magnético para a faixa de operação intermediária do equipamento
     
  3. O disparo magnético inicial e a leitura do registro de ambos, amperímetro do equipamento e amperímetro de referência
     
  4. Calcule a diferença entre as leituras e compare a tolerância (+/- 10% ou 50 A, o que for maior)
     
  5. Repita em, pelo menos, três pontos de ajuste da faixa utilizável do equipamento
     
  6. Repita o procedimento para cada formato de onda (CA, meia onda CC, onda completa CC) nesse canal de saída
     
  7. Repita todo o procedimento para cada canal de saída (contato, bobina, auxiliar) do equipamento

Para disparos por contato, prenda a derivação entre o cabeçote e a parte posterior


 

Para disparos por bobina, conecte a derivação em série com a bobina de aferição


Para enrolamentos de cabo e unidades de potência portáteis, conecte a derivação em série com o cabo

 

Etapa 3: Repetitividade do equipamento

  1. Ajuste o disparo magnético para o ajuste de amperagem mais baixo usado
     
  2. Inicie o disparo magnético e registre a leitura no amperímetro do equipamento
     
  3. Determine a faixa de aceitação e tolerância para os disparos repetidos (+/- 10% ou 50 A, o que for maior)
     
  4. Repita o disparo magnético até que, no mínimo, seis leituras sejam coletadas, comparando cada leitura para a faixa de aceitação estabelecida
     
  5. Repita o procedimento para cada formato de onda (CA, meia onda CC, onda completa CC) nesse canal de saída
     
  6. Repita todo o procedimento para cada canal de saída (contato, bobina, saída auxiliar) do equipamento
 

Etapa 4: Tempo de disparo

  1. Siga as instruções específicas para seu medidor a fim de configurá-lo em seu equipamento
     
  2. Ajuste a amperagem do disparo magnético para a faixa de operação intermediária do equipamento
     
  3. Inicie o disparo magnético e registre a leitura no temporizador de disparo
     
  4. A leitura deve ser feita dentro de +/- 0,1 s ao tempo de disparo magnético configurado
     
  5. Repita o procedimento se seu equipamento possuir controladores separados para cada canal de saída

 

Etapa 5: Pausa rápida somente para unidades de onda completa CC trifásicas

  1. Posicione o sensor de pausa rápida dentro da bobina do equipamento e siga as instruções específicas de seu medidor. A pausa rápida é válida somente para as unidades de onda completa CC trifásicas, bem como para disparos por bobina ou enrolamentos de cabo.
     
  2. Ajuste o disparo magnético para fornecer 15.000 Ampére-espira
  • Para uma bobina de aferição de 5 voltas, ajuste o equipamento para 3.000 A
  • Para um enrolamento de bobina de 3 voltas, ajuste o equipamento para 5.000 A
  1. Inicie o disparo magnético e observe os resultados no dispositivo de teste de pausa rápida
  • Calibre passa/não passa: observe o flash da lâmpada durante o disparo. A lâmpada deve piscar no início do disparo magnético, no final ou em ambos. Qualquer flash é um resultado positivo. Repita até 20 vezes. A lâmpada deve piscar, no mínimo, em 80% dos disparos magnéticos. Os calibres passa/não passa são válidos somente para uso com bobinas de até 63,5 cm (25 pol.) de diâmetro.
  • Medidor digital: compare a leitura com a tabela de voltagem de pausa rápida. A leitura mínima aceitável depende do diâmetro da bobina

Diâmetro da bobina (cm/pol.) Voltagem mínima de pausa rápida
12 / 31 8
16 / 41 6
20 / 51 4
25 / 64 3
30 / 76 2
36 / 91 1

 

Seguir essas cinco etapas permitirá calibrar seu equipamento de partículas magnéticas. Certifique-se de manter registros dos dados de calibração para demonstrar conformidade com os requisitos da ASTM, ISO e Nadcap.

 

Publicado em 22 de maio de 2018

 

A manutenção regular do equipamento de partículas magnéticas é fundamental para que os ensaios não destrutivos possam salvaguardar inspeções e reduzir o tempo de inatividade. Saiba Como realizar a manutenção preventiva do equipamento de partículas magnéticas.

Please wait while we gather your results.

Artigos Relacionados

Inspeção de Partículas Magnéticas - Máquinas Portáteis

3 maneiras de melhorar sua Inspeção de Partículas Magnéticas com máquinas portáteis

Neste artigo, explicaremos do que as unidades de potência portáteis da série P são capazes e sua próxima geração

Leia mais

5 coisas a considerar ao escolher um yoke de partículas magnéticas

5 coisas a considerar ao escolher um yoke de partículas magnéticas

Neste artigo, descrevemos alguns fatores importantes para você considerar ao selecionar um yoke eletromagnético correto para o teste de partículas magnéticas.

Leia mais

Os 10 erros mais comuns sobre o ensaio por partícula magnética

10 erros comuns sobre o ensaio por partícula magnética

Este artigo aborda as suposições incorretas mais comuns sobre a inspeção por partículas magnéticas e oferece algumas soluções para esclarecer esses equívocos

Leia mais

Veículo Oleoso para Ensaio de Partículas Magnéticas

Perguntas frequentes sobre veículo oleoso para Ensaios Não Destrutivos

Conheça o Carrier II - o veículo oleoso aprovado para END da Magnaflux e o que o diferencia dos óleos base não aprovados que são comumente utilizados como o querosene ou óleos de baixa viscosidade.

Leia mais

Perguntas frequentes sobre luminárias de luz LED ultravioleta para ensaio não destrutivo

Perguntas frequentes sobre luminárias de luz LED ultravioleta para ensaio não destrutivo

Perguntas frequentes sobre luminárias de luz LED ultravioleta para ensaio não destrutivo

Leia mais

Entenda as FISPQs

Entenda as fichas de dados de segurança: Você sabe o que há nos produtos químicos que manipula?

Destacamos as cinco seções principais para compreender uma Ficha de dados de segurança (FISPQ) de acordo com as regulamentações americanas de Classificação e rotulagem de produtos químicos (GHS) Hazcom 2012 da OSHA

Leia mais

Inspeção por Partículas Magnéticas

5 dicas rápidas para ensaio de partícula magnética [Infográfico]

Dicas úteis para iniciantes que estão se familiarizando com o ensaio de partícula magnética ou profissionais de END que desejam um guia de referência fácil

Leia mais

Acessórios para inspeção por partículas magnéticas

8 Ferramentas para medir o desempenho do ensaio de Partículas Magnéticas

Neste artigo, listamos e explicamos por que cada acessório de Inspeção de Partículas Magnéticas é necessário para validar o desempenho do sistema de uma inspeção.

Leia mais

Veículo Oleoso - Carrier II Magnaflux

A importância do uso do óleo correto para inspeção por partículas magnéticas

Neste artigo, explicamos por que o veículo oleoso é uma peça crítica do processo de inspeção por partículas magnéticas e quais características observar ao escolher a melhor opção para realizar seu ensaio não destrutivo

Leia mais

Desafio do gerenciamento de técnicas

Como a integração de técnicas pode evitar o problema de inspeções de peças variadas

Este artigo explora os muitos problemas que os operadores da inspeção por partículas magnéticas enfrentam ao ensaiar peças diferentes que exigem padrões e critérios de aceitação específicos em um mundo que não aceita erros.

Leia mais

Como calibrar sua máquina de partículas magnéticas em 5 etapas

Como calibrar sua máquina de partículas magnéticas em 5 etapas

Neste artigo, examinaremos os cinco fatores-chave para calibrar com êxito seu equipamento de partículas magnéticas em referência a ASTM E1444, ASTM E3024, ISO 9934 ou Nadcap AC7114/2

Leia mais

Demonstração de Ensaio por Partículas Magnéticas Fluorescentes

Como fazer um ensaio de partícula magnética fluorescente

Veja uma demonstração do método de ensaio não destrutivo por partículas magnéticas fluorescentes de acordo com a ASTM E1444, incluindo os passos básicos de ensaio utilizando partículas magnéticas e máquina estacionária.

Leia mais

Demonstração de Ensaio por Partículas Magnéticas Visíveis

Como fazer um ensaio de partícula magnética visível

Veja uma demonstração do método de ensaio não destrutivo por partícula magnética visível de acordo com a ASTM E1444, incluindo os passos básicos de ensaio utilizando um yoke eletromagnético.

Leia mais

Comparação de Partículas Magnéticas

Como o brilho e o contraste afetam as inspeções de END

Como a percepção e a visão podem ter um impacto significativo na propabilidade de detecção em inspeções de ensaios não destrutivos

Leia mais

Como realizar a manutenção preventiva em uma máquina de partículas magnéticas

A manutenção regular do equipamento de partículas magnéticas é fundamental para que os ensaios não destrutivos possam garantir boas condições nas inspeções e reduzir o tempo de inatividade.

Leia mais

Tesde de Decantação de Partículas Magnéticas

Desempenho do teste de estabilização de partícula magnética com Carrier II [Vídeo]

Veja como os três veículos oleosos mais comuns utilizados em ensaios de partículas magnéticas se saem em um teste de volume de decantação e estabilização conforme a norma ASTM E1444.

Leia mais

Diferenças de uso de máquinas multidirecionais e unidirecionais [estudo de caso]

Diferenças de uso de máquinas multidirecionais e unidirecionais [estudo de caso]

Neste experimento, comparamos a velocidade de uma máquina estacionária de partícula magnética multidirecional com um método unidirecional tradicional

Leia mais

Diretrizes de segurança do campo magnético para operadores marca-passos

Diretrizes de segurança do campo magnético para operadores com marca-passos

Este artigo discute as limitações de exposição dos operadores que usam marca-passo cardíaco ao equipamento de inspeção por partículas magnéticas

Leia mais

Máquina estacionária de Partículas Magnéticas Magnaflux

Equipamento de partículas magnéticas para acoplamentos OCTG [Vídeo]

Aprenda como um sistema de ensaio de partícula magnética semiautomatizado para inspeção de acoplamentos OCTG pode facilitar o manuseio e aumentar a segurança do operador

Leia mais

Fundamentos sobre verificações de desempenho do sistema para inspeções de ensaio não destrutivo de alto volume

Este artigo explora algumas das abordagens mais práticas dos inspetores de partículas magnéticas para verificar o desempenho de seu sistema em intervalos regulares

Leia mais

Magnetização multidirecional para inspeção por partículas magnéticas

O benefício de usar esse método é a economia de tempo. Em alguns casos, a peça pode exigir vários disparos magnéticos, exigindo, assim, o mesmo número de inspeções. Com esse método, dependendo da geometria da peça, o processo pode ser feito usando somente um disparo magnético e inspeção.

Leia mais

Máquina Estacionária de Partículas Magnéticas

Máquina multidirecional de partículas magnéticas MD2060

Veja a versatilidade da máquina multidirecional de partículas magnéticas MD-2060 em ação. Conheça como este equipamento pode te auxiliar a economizar tempo e dinheiro.

Leia mais

Overview of Liquid Penetrant Inspection and Magnetic Particle Inspection Specifications

Visão geral das especificações da inspeção por líquido penetrante e da inspeção por partículas magnéticas

Entenda as especificações ASTM e SAE/AMS para selecionar o produto da Magnaflux correspondente para inspeções por partículas magnéticas e líquido penetrante

Leia mais

Equipamento de partículas magnéticas — Soluções personalizadas para necessidades únicas

Equipamento de partículas magnéticas — Soluções personalizadas para necessidades únicas

Neste artigo, mostramos dois exemplos de como a Magnaflux pode personalizar o equipamento de partículas magnéticas

Leia mais

Nadcap Documentation review

9 Nove requisitos técnicos de partícula magnética para documento da Nadcap [Checklist]

Neste artigo, revisaremos os requisitos da Nadcap quanto à magnetização adequada e a importância da documentação para auditores

Leia mais

Compreenda a diferença entre as normas ASTM E709, ASTM E1444 e ASTM E3024 de inspeção por partículas

Um guia prático da norma ASTM E3024 para inspeção por partícula magnética da indústria em geral

Compreenda a diferença entre as normas ASTM E709, ASTM E1444 e ASTM E3024 de inspeção por partículas magnéticas

Leia mais

Demonstração de máquina móvel de inspeção por partículas magnéticas

Unidade móvel de magnetização para inspeção por partículas magnéticas [Vídeo]

Descubra como utilizar o equipamento de magnetização da série M para realizar inspeções por partículas magnéticas em uma grande variedade de peças grandes e pesadas.

Leia mais

MRO - Ensaio Não Destrutivo Aeroespacial

Redução de perda de partículas durante o ensaio por partículas magnéticas [Estudo de caso]

Nesse estudo de caso, auxiliamos um cliente MRO do setor aeroespacial a identificar e solucionar oscilações impressionantes em sua concentração de partícula magnética

Leia mais

Cadastre-se para receber nossas notícias:

Magnaflux

Av. Jorge Alfredo Camasmie, 670
Embu das Artes / SP
CEP 06816-050 
Tel: +55 (11) 4785.0470

 

Select Your Country North America Mexico Brazil China Europe Russia India New Zealand, Australia, Japan, Southeast Asia
© 2018 Magnaflux - Todos os direitos reservados.
top

Colocamos cookies no seu computador para oferecer a melhor experiência possível com o nosso site. Esses cookies também são utilizados para garantir que mostramos um conteúdo que é relevante para você. Se você continuar sem alterar suas configurações, estará concordando com nosso uso de cookies para melhorar sua experiência do usuário. Você pode clicar no link de configurações de cookie em nosso site para alterar suas configurações de cookies a qualquer momento.